©
Theme by Ocehans
Acid Rain
Eu gostaria de ser aquele que não se importa com nada…
posted on April 1,34,379 notes
Olha só para você. Meu Deus, está irreconhecível. E essas olheiras aí? Está dando para vê-las de longe. E esse cabelo bagunçado? E essa cara de tristeza, hem? O que está acontecendo? Está doente? Alguém morreu? Me diz, caramba. Deixe-me adivinhar; desilusão amorosa, acertei? Vamos, desembucha. Levanta dessa cama, vai, está aí há mais ou menos dois dias. Acorda. Vai, garota. Anime-se. Sacode essa poeira. Não vale a pena ficar aí choramingando à toa pelos cantos. Faz o seguinte: Levanta dessa cama, toma um banho (daqueles que parecem lavar a alma), penteia esse cabelo, veste a tua melhor roupa e vá viver. Vamos, adianta, isso é para ontem. Seja você. Seja feliz.
posted on March 28,695 notes
Digamos que eu não sou uma pessoa de sorte no mundo dos relacionamentos afetivos. Porque de vez em quando conheço uma pessoa e acho que estamos nos dando bem e, de repente, ela deixa de aparecer. Não só para de telefonar, mas age como se eu tivesse uma doença contagiosa, ainda não entendo, isso me incomoda, e me machuca.
posted on March 23,15,121 notes
posted 5 months ago on Sunday
with 147 notes - share this post
Morfina, dor fina.

cinzasdeanjo:

A dor é tanta que já nem sinto. Minhas dores são potencialmente destruidoras, uma junção letal de dores velhas e recentes. Me causam coisas indescritíveis. Suas diversidades são tão grandiosas que já não sinto mais nada, ou melhor, sentir eu sinto, eu só não sei definir o que acontece dentro desse corpo penoso e fúnebre. A dor é tanta que anestesiou os meus sentidos. Estou sob efeito dormente. As inúmeras dores que me foram causadas anestesiaram-me, como morfina.

March 3 with 593 notes
MINHA VIDA, MEU ORGULHO, EU AMO DEMAIS ESSES CARAS. ♥
September 22 with 0 notes
CADÊ O AR APÓS O SHOW DO AVENGED NO RIR?
September 22 with 0 notes
0 /
Alguém me ama, mas não hoje
Você vai me mostrar? Me mostrar um caminho
De como amar..
41 /
factsteenager:

”Uma das piores sensações do mundo é brigar com quem a gente gosta de verdade.”